Arquivo

Posts Tagged ‘Parque Tecnológico’

Prefeitura e Univem apresentam projeto de credenciamento do Parque Tecnológico de Marília

O prefeito Daniel Alonso e representantes do Centro Universitário Eurípides de Marília – Univem e do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação – Comcitiestiveram presentes nesta segunda-feira, dia 28, em São Paulo, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de SP, com o objetivo de protocolar o projeto de solicitação de credenciamento provisório do Parque Tecnológico de Marília.

Além do prefeito de Marília, estiveram presentes, o secretário municipal de desenvolvimento, Cássio Luis Pinto, o reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, o coordenador do Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília e presidente da Asserti, Prof. Dr. Elvis Fusco, o coordenador de pesquisa e extensão do Univem, Prof. Dr. Fábio DacêncioPereira e o presidente do ComcitiChikao Nishimura, que também é diretor regional do Ciesp.

A comitiva de Marília foi recebida pelo subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Strama e pela gerente do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, Margareth Leal.

IMG_0140

Requerimento de Credenciamento do Parque Tecnológico Protocolado no Governo de SP

Segundo Margareth, para obter o credenciamento provisório de um parque tecnológico, a cidade deve atender vários requisitos como: ter um centro de inovação tecnológica e uma incubadora de base tecnológica credenciados ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação; documento de manifestação de apoio pelas principais entidades, empresas e instituições de ensino; projeto de caracterização e detalhamento do Parque; projeto arquitetônico e urbanístico do empreendimento; estudo de viabilidade econômico-financeira; estudo de viabilidade técnico-científica; estudo de sustentabilidade ambiental e documento comprovando área de no mínimo 200 mil m2 destinada à implantação do Parque.

Os projetos e estudos de credenciamento do Parque Tecnológico de Marília foram elaborados pelo Univem, sob coordenação dos professores Elvis Fusco e Fábio Dacêncio com a cooperação das principais entidades da região representadas no Comciticomo o CiespAcimAsserti, Fiesp, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, SebraeUnesp, Fatec, Etec e de empresas das áreas de vocação que prioritariamente serão beneficiadas pela implantação do empreendimento.

O reitor Univem destaca que a instituição viabilizou a maioria dos requisitos por ser a entidade gestora do CITec-Marília e Ciem e ter investido na elaboração de todos os estudos e projetos que compõem o documento apresentado ao Governo do Estado.  “O apoio e investimento na geração de empreendimentos de base tecnológica e na inovação começou no Univem no ano 2000 com a criação do Centro Incubador de Empresas que hoje é um dos requisitos para esse credenciamento. Atualmente os ambientes de inovação, a Asserti e o Arranjo Produtivo Local APL TI Marília tem suas sedes no Univem e recebem todo o apoio institucional para que a cidade receba essa importante conquista.”, completou o reitor.

O prefeito de Marília destaca que a governo municipal por meio de todas as secretarias, principalmente do Desenvolvimento Econômico, tem empenhado todos os esforços para cooperar no credenciamento do Parque. “A gestão municipal atual mantém políticas públicas de incentivo ao crescimento econômico e social utilizandocomo estratégia, o apoio ao desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no município, tais incentivos foram pontuados na recente lei de incentivo à inovação, aprovada em julho. Além da lei, a doação do terreno são algumas das ações que o poder público municipal tem realizado em relação a esse projeto e demonstra a visão de futuro do atual governo em investir no empreendedorismo e na inovação como catalizadores do desenvolvimento econômico e da geração de empregos do futuro da nossa cidade.”, destacou o prefeito.

O subsecretário, Marcelo Stramacomentou que os ambientes de inovação de Marília mantidos pelo Univem (CITec-Marília e Ciem) são atualmente referência para o Governo de São Paulo e indicados como modelo de gestão e apoio ao empreendedorismo e inovação para cidades que desejam implantar esses ambientes.“A cidade de Marília atende a todos os requisitos para o credenciamento provisório do Parque Tecnológico pois apresenta um Sistema Local de Inovação que demonstra a articulação do poder público municipal, estadual e federal com instituições de ensino e pesquisa no apoio à inovação nas empresas locais e regionais tendo seus atuais ambientes de inovação como potencializadores desse processo”, destacou Strama

O Prof. Dr. Elvis Fusco explica que um Parque Tecnológico é um empreendimento de desenvolvimento econômico e tecnológico que visa fomentar economias baseadas no conhecimento por meio da integração de pesquisa científica, empresas e organizações governamentais. “O Parque Tecnológico de Marília foi idealizado com o caráter regional tendo como prioridade de apoio, as áreas de vocação das cidades de Marília, Pompeia e Garça: alimentos, metalmecânica, Tecnologia da Informação, agronegócios, saúde e eletroeletrônicos. A visão é que o Parque de Marília venha prover ao setor produtivo, os serviços, a infraestrutura e o capital humano adequados à realização de atividades inovadorase estimule a implantação e atração de empresas de base tecnológica para a região.”, concluiu Fusco.

A expectativa dos responsáveis pelo projeto é que o credenciamento provisório consequente inclusão do Parque Tecnológico de Marília ao Sistema Paulista de Parques Tecnológicos seja realizado ainda este ano. Essa inclusão permite à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação a realização de análise inicial das condições da proposta básica apresentada, com o objetivo de auxiliar a cidade na implantação do Parque, constatada a viabilidade, será concedido o seu credenciamento definitivo.

Anúncios

Lei de Incentivo à Inovação de Marília

A Lei de Incentivo à Inovação aprovada ontem na sessão da câmara de Marília oficializa o Sistema Local de Inovação e estabelece políticas públicas de apoio a empresas e ambientes formais de inovação por meio da criação de um Fundo de Apoio à Ciência, Pesquisa e Inovação.

Conheça um pouco mais sobre os objetivos dessa lei e sua relação com o futuro Parque Tecnológico de Marília.

O Setor de TI torna-se estratégia da cidade para crescimento

Anuncio_ISS

Marília reduz ISS para as empresas de Tecnologia da Informação

Dia 16 de dezembro de 2015, o prefeito Vinicius Camarinha sancionou a lei de alteração do código tributário municipal de Marília, a qual obteve aprovação unânime pelos 13 Vereadores na Câmara Municipal. A lei entrará em vigor em 2016 e beneficiará todas as empresas do ramo da Tecnologia da Informação do município com a redução do ISSQN (imposto sobre serviço de qualquer natureza) de 5% para 2%.

IMG_7113

“Estamos na contramão do governo federal, que cria impostos, aqui nós os reduzimos, para incentivar nossas indústrias, não existe nada pior que o desemprego, que segura o crescimento de uma cidade e traz problemas para as famílias. A redução da carga tributária, prevista nesta lei que fora sancionada, vai estimular ainda mais a geração de empregos e de renda no nosso município, evitar a evasão fiscal e facilitar a instalação de novas empresas na cidade, além de colaborar para a criação do Parque Tecnológico”, comentou o prefeito Vinicius Camarinha.

A lei sancionada pelo chefe do Executivo foi aprovada por unanimidade na sessão ordinária de segunda-feira pelos vereadores. Entre as medidas adotadas para desburocratizar o Código Tributário do Município, o pacote vai permitir a redução da alíquota do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) de 5% para 2% para os serviços de TI (Tecnologia da Informação) e também na área de transportes.

Representantes de diversas empresas de Tecnologia da Informação prestigiaram o ato do prefeito Vinicius e o presidente da Asserti (Associação das Empresas em Serviços da Tecnologia da Informação), Elvis Fusco elogiou a medida. “Essa era uma demanda da ASSERTI desde a sua criação e a aprovação deste benefício fiscal irá colocar a cidade de Marília no circuito dos municípios brasileiros com grandes atrativos para crescimento no setor de TI. Tenho certeza que irá atrair empresas que buscam esse modelo de gestão de Marília, que possui mão de obra qualificada, afinal, contamos com universidades voltadas para esse segmento. É um setor que, apesar da grave crise econômica, está em franca expansão no país”, disse Fusco, que ainda completou que hoje, Marília é uma referência na área tecnológica, com aproximadamente 100 empresas e 2.000 empregados.

IMG_7247

As novas alíquotas de ISSQN já foram aprovadas pela Câmara Municipal, na última segunda-feira, e entram em vigor no dia 1º de janeiro de 2016. “É um passo para um futuro promissor. Marília está promovendo um investimento para atrair empresas de um ninho fundamental e de grande rentabilidade. Ressalto também que em breve nossa cidade poderá contar com um Parque Tecnológico. Vimos aqui representantes dos mais variados setores e a soma de esforços ajudam na realização desses investimentos”, concluiu o presidente da Câmara Municipal, Herval Rosa Seabra.

A sanção da lei foi elogiada pelo diretor regional do Ciesp e industriário, Chikao Nishimura que destacou o comprometimento do prefeito Vinicius em preparar a cidade para o futuro. “Hoje é um dia para marcar a história de Marília, para o futuro da cidade, a área de TI é uma grande alavanca de crescimento de países de primeiro mundo. Acompanhamos aqui a união de segmentos para a construção do parque de conhecimento, com certeza Marília vai ser reconhecida no mundo inteiro. Internet é futuro e conexão com o mundo e o prefeito está de parabéns”.

“É um dos passos mais acertados desta administração, a lei vai beneficiar não só as empresas de TI, mas também algumas ligadas ao transporte e construção civil. O prefeito Vinicius, mesmo diante de toda a dificuldade econômica, teve a sensibilidade de elaborar essa lei e colocá-la em prática beneficiando toda a população”, disse o reitor do Univem, Luiz Carlos Macedo Soares.

 

Pacote viabiliza a criação do Parque Tecnológico

O secretário municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Cássio Luiz Pinto Júnior, ressalta que a redução dos impostos é mais um importante passo para viabilizar a instalação do Parque Tecnológico em Marília. “Esta nova alíquota é um dos critérios para se conseguir o credenciamento provisório do Parque Tecnológico. A sua instalação fará com que Marília, num raio de aproximadamente 200 km, seja um grande centro de desenvolvimento de TI, consolidando a cidade com uma visão administrativa moderna e inovadora. A prefeitura está de parabéns pela criação deste incentivo fiscal”, afirmou Cássio Pinto Júnior.

O secretário municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, lembrou ainda que existem muitos pontos favoráveis para a instalação do Parque Tecnológico em Marília. “Afinal, a cidade já conta uma incubadora, laboratório e o terreno já está disponível. Sem contar, o grande apoio das instituições de ensino para a sua efetivação”, disse.

Fonte: http://www.diariodemarilia.com.br/noticia/143428/sancionada-lei-que-reduz-impostos-fortalece-empresas-e-gera-empregos

 

Cobertura especial sobre a VIII Semana de Tecnologia da Informação

Assista abaixo a cobertura do Programa Visão de Mercado sobre a VIII Semana de Tecnologia da Informação, que aconteceu de 08 a 12 de setembro de 2015, evento organizado pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, em parceria com o COMPSI e a ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação), contendo reportagens sobre:



Governo do Estado reconhece o Centro de Inovação Tecnológica de Marília

A região de Marília conta atualmente com um Sistema Local de Inovação que é composto por entidades que representam instituições de ensino e pesquisa, centros e grupos de pesquisa, incubadora de empresas de base tecnológica, centro de inovação privados, órgãos de classe, órgãos públicos e empresas produtivas locais de iniciativa pública e privada.

Sistema Local de Inovação

Sistema Local de Inovação

Com base neste ambiente de inovação e no reconhecimento de Marília como polo de Tecnologia da Informação devido ao crescimento das empresas de TI e do potencial dos centros de pesquisas das instituições de ensino locais. Entidades como o Univem, a Prefeitura Municipal e a ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) se uniram no projeto de instalação do Parque Tecnológico de Marília.

Para o credenciamento provisório do Parque Tecnológico, a cidade candidata deve possuir os seguintes requisitos principais:

  • Centro de Inovação Tecnológica integrado à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica – RPCITec;
  • Incubadora de Empresas integrada à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica – RPITec;
  • Área com no mínimo 200.000 m2 destinados à instalação do parque tecnológico;
  • Projeto básico do empreendimento com esboço urbanístico e arquitetônico e estudos de viabilidade econômico-financeira, técnico-científica e de sustentabilidade ambiental.

Neste cenário, o Univem elaborou os projetos necessários em conjunto com a Prefeitura de Marília e a ASSERTI para reconhecimento e credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec) e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec). Esses documentos foram protocolados no dia 17 de agosto de 2015 na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação em audiência com o secretário da pasta e vice-governador, Márcio França.

Reunião de entrega do projeto de credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem), Cássio Luiz Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Camarinha (Prefeito de Marília)

Reunião de entrega do projeto de credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília)
Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem), Cássio Luiz Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Camarinha (Prefeito de Marília)

Em visita à Marília no dia 17 de setembro, o Vice-Governador Márcio França oficializou a inclusão do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) à Rede Paulista de Centros Inovação Tecnológica (RPCITec) e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec). Essa oficialização será publicada no Diário Oficial no dia 22 de setembro conforme informação do Vice-Governador.

Visita do Vice-Governador Márcio França à Marília e anúncio oficial do reconhecimento e inclusão do CITec-Marília e o CIEM no Sistema Paulista de Ambientes de Inovação Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Almeida Camarinha (Prefeito de Marília) e Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem)

Visita do Vice-Governador Márcio França à Marília e anúncio oficial do reconhecimento e inclusão do CITec-Marília e o CIEM no Sistema Paulista de Ambientes de Inovação
Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Almeida Camarinha (Prefeito de Marília) e Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem)

Com a disponibilização de uma área na região de Lácio cedida pela Prefeitura Municipal, Marília reúne agora todas as condições técnicas para solicitar o credenciamento provisório do Parque Tecnológico. A Prefeitura de Marília com a colaboração do Univem e da ASSERTI deve encaminhar esse processo nos próximos meses.

Para esclarecimento e socialização do projeto do Parque Tecnológico de Marília, seguem informações técnicas que identificam os conceitos inclusos no processo:

Sistema Paulista de Ambientes de Inovação (SPAI): programa do Governo do Estado de São Paulo que engloba a Rede Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), a Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec), a Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec), e tem como objetivo apoiar cidades que tenham sistemas locais de inovação e áreas de vocações estabelecidas.

Parque Tecnológico: complexo de desenvolvimento econômico e tecnológico que visam fomentar economias baseadas no conhecimento por meio da integração da pesquisa científica e tecnológica, negócios/empresas e organizações governamentais em um local físico que provê espaço para abrigar centros de pesquisa, desenvolvimento tecnológico, inovação, incubação e treinamento. 

Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEC-Marília): empreendimento que concentra, integra e oferece um conjunto de mecanismos e serviços ao processo de inovação tecnológica das empresas, constituindo-se, também, em espaço de interação empresarial-acadêmica para o desenvolvimento de setores econômicos. Liderando o processo de empreendedorismo, pesquisa e inovação tecnológica, o Univem torna-se entidade gestora do CITEc-Marília, e possibilitará que empresas dos mais diversos setores (indústria, comércio e serviços) que tenham demandas de inovação em projetos de P&D encontre insumos necessários para implementar a melhoria de seus produtos, processos e serviços com a colaboração das entidades de ensino da região na pesquisa científica e tecnológica com o apoio de órgãos de fomento do governo estadual e federal em editais específicos aos Centros de Inovação pertencentes à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica.

Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM): empreendimento mantido pelo Univem, Prefeitura de Marília e SEBRAE que hospeda e apoia o desenvolvimento de empresas, principalmente de base tecnológica e que apresentam produtos, processos e serviços com características de inovação. Com a inclusão do CIEM ao programa do Governo do Estado, outros serviços poderão ser oferecidos às empresas incubadas com recursos advindos de editais específicos para incubadoras pertencentes à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica.

O CITec-Marília e o CIEM, agora integrados ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo de São Paulo, posicionam-se de maneira estratégica no Sistema Local de Inovação de Marília e região, no apoio à ações da Prefeitura Municipal com vistas à atração de novos investidores e empreendedores proporcionando novos empregos e geração de renda, incentivando a formação e capacitação profissional, a divulgação, o fomento e a disponibilização de serviços tecnológicos e de incremento da inovação nas empresas, por meio, de instituições e centros de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e de inovação.

Assim, Marília passa a fazer parte de um rol restrito de cidades integradas ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo do Estado, despontando como a principal cidade do centro-oeste paulista em inovação e tecnologia.

Prof. Dr. Elvis Fusco
Presidente da ASSERTI
Coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem

Univem realiza VIII Semana de Tecnologia da Informação

Acontece dos dias 08 a 12 de setembro a VIII Semana de Tecnologia da Informação do Univem, evento organizado pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação em parceria com o COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab) e a ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação).

Evento que já é tradição entre os profissionais, empresas e alunos da área de Tecnologia da Informação (TI) da região, esse ano traz algumas novidades para os estusiastas por tecnologias principalmente os empreendedores com perfil de inovação em TI e aqueles aficionados por tecnologias de desenvolvimento de software.

Empreendedorismo em TI, Startup, Canvas, Pitch, Devops, Computação em Nuvem, tendências de tecnologias para desenvolvimento de sistemas para Web e Dispositivos Móveis são alguns dos temas que serão tratados neste ano na Semana de Tecnologia da Informação.

Seu objetivo é proporcionar o intercâmbio tecnológico entre estudantes, professores, empresários e pesquisadores da área de Tecnologia da Informação, por meio de suas palestras, que visam evidenciar aspectos multidisciplinares, reforçando os elos temáticos presentes na matriz curricular dos cursos, bem como, a atualização técnica dos alunos do UNIVEM e do público em geral, a partir dos minicursos e talks oferecidos durante o evento.

Marília e região vivem um momento especial em relação à área de Tecnologia da Informação e esforços têm sido feitos do Univem em conjunto com a Prefeitura Municipal de Marília e a ASSERTI para trazer para a cidade o Parque Tecnológico que consolidará ainda mais a região como polo de tecnologia e inovação.

Na abertura da Semana de TI no dia 08 de setembro as 19h30, acontece o Seminário “Parque Tecnológico de Marília”, fórum de discussão sobre o tema trazendo autoridades e especialistas no assunto. O seminário começa com as palestras de Horacio Forjaz, ex-diretor do Parque Tecnológico – S. J. dos Campos e do Prof. Johnny Rizzieri Olivieri, diretor de Operações do Parque  Tecnológico de São Josédo Rio Preto, após as palestras haverá uma mesa-redonda para esclarecimento deste importante projeto para a região de Marília.

Como nas outras edições, neste ano o evento apresenta o Recruting Semanati 2015, espaço destinado a empresas que tem a possibilidade de exporem seus produtos e serviços e realizar o recrutamento de alunos e profissionais.

Neste ano acontece novamente a Olimpíada de Informática para Alunos do Ensino Médio em sua 3ª Edição, projeto em parceria com a ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) que tem o objetivo de identificar futuros talentos e inspirar os jovens para as carreiras na área da Tecnologia da Informação. Neste ano mais de 150 alunos das escolas públicas e privadas de ensino médio e técnico estão realizando treinamento prepatório para a competição em que os melhores colocados irão ganhar um curso de Formação em Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis na plataforma Android e os primeiros colocados ganhãarão um Smartphone Android como ferramenta para realizar o curso.

Outra atração do evento é a fase regional da Maratona de Programação, evento promovido pela Sociedade Brasileira de Computação que acontece no dia 12 de setembro pela 4ª vez na cidade de Marília. Nesta competição alunos da área de TI de instituições de ensino superior do interior de São Paulo testam seus conhecimentos em programação de computadores e os melhores colocados são classificados para a fase nacional da competição.

A novidade neste ano é o Startup Pitch Day – www.univem.edu.br/mariliapitchday, evento de apresentação pública de projetos inovadores em TI. Foram inscritos 16 projetos que tem como base na tecnologia e na inovação. No dia 08 de setembro, os participantes farão a Oficina: “Startup: do Canvas ao Pitch” com Heloisa Palácio que integra o movimento Startup Marília. No dia 11 de setembro, os classificados terão um espaço de apresentação pública do seus projetos perante investidores, jornalistas, empreendedores, parceiros e sociedade em geral.

Grandes empresas como a Boa Vista Serviços, Tray, Locaweb,  Life, Bredas, BRASP, DSIN, TáPago e BizCommerce e a Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (ASSERTI) também estarão presentes no evento com apoio e stands no espaço Recruiting.

Para fazer sua inscrição e ver a programação completa do evento, acesse www.univem.edu.br/semanati2015.

Para mais informações envie e-mail para semanati@univem.edu.br.