Arquivo

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Digital, por Manuel Castells

Reflexão interessante de Manuel Castells sobre como a pandemia está emergindo a realidade do Digital na sociedade atual

“Não haverá volta. Porque o novo normal não será o que conhecíamos. E como a saúde pública, tanto mais poderosa, será nossa garantia de sobrevivência, a digitalização completa de nossa organização econômica e social se tornará uma estrutura permanente para manter nossa comunicação em todas as circunstâncias. E a comunicação é a base da vida. Ah, mas e o fosso digital? Aqui ainda caminhamos com ideias obsoletas, de duas décadas atrás, quando a crítica social superou a nova realidade tecnológica antes de saber o que era. Bem, veja, para falar apenas da sociedade espanhola, 91,4% dos lares têm acesso à Internet por meio de um computador. E se contarmos as famílias que têm pelo menos um jovem, elas são 93,3%. Mesmo em cidades com menos de 10.000 habitantes, 74% das famílias têm acesso à Internet. Além disso, naturalmente, de locais de trabalho e universidades, onde o acesso e o uso da Internet são a regra.

Entramos totalmente em uma sociedade digitalizada em que já vivíamos, mas não havíamos assumido.

Mas há algo ainda mais importante: a taxa de penetração das linhas de telefonia móvel por 100 pessoas é de 115%, ou seja, mais linhas do que pessoas. 97% das pessoas têm celulares e 87% desses celulares são smartphones, ou seja, um computador com acesso à Internet no bolso. E os antigos? Sim, eles usam menos internet, mas a maioria usa o WhatsApp porque é fácil e permite que eles tenham um relacionamento com a família, amigos e a vida em geral. Isso explica por que 75% das pessoas usam regularmente o WhatsApp.

Em média, uma pessoa passa 5,5 horas por dia online. Ou seja, já tínhamos integrado totalmente (são dados de 2019) a comunicação digital em todas as áreas e é por isso que a transição para novas formas de relacionamento e atividade durante o confinamento foi menos dramática, embora tenha sido muito. Em parte porque este país possui um bom sistema de telecomunicações e as redes suportaram a explosão do tráfego durante o confinamento sem incidentes notáveis.

Claro, há desigualdade social na sociedade digital. Como na sociedade em geral. O surpreendente seria o oposto. Mas você sabe o que? A desigualdade no acesso à Internet é muito menor que a desigualdade de renda ou riqueza, na Espanha e no mundo. Como o estudo que fizemos da UOC com Mireia Fernández-Ardèvol mostrou para toda a América Latina. O motivo é muito simples: a comunicação é o que as pessoas mais valorizam como recurso, pois é essencial para o trabalho, relacionamentos, informações, entretenimento, educação, saúde e qualquer outra coisa.

Embora, é claro, haja problemas muito sérios na digitalização. O mais imediato: a implementação desigual de redes atualizadas e programas fáceis de usar. Dois setores em particular são tremendamente deficientes: administração pública e educação não universitária. Certamente, ambos os setores progrediram consideravelmente desde o estudo sobre novas tecnologias na Espanha que eu conduzi na Idade Média (bem, um pouco menos, nos anos oitenta). Mas eles ainda ficam consideravelmente atrás de empresas, finanças, organizações sociais, imprensa, universidade e até pessoas que navegam sem parar no mundo digital. Não apenas os chamados nativos digitais (que serão a maioria em algum tempo), mas quem quiser fazer alguma coisa. Talvez com a respeitável exceção de algum humanista que reivindica seu direito à objeção de consciência de viver no mundo cada vez mais digital que criamos. Uma atitude compreensível em reação aos exageros dos profetas da tecnologia se transformou em vendedores de poções milagrosas. Para aliviar seus medos, eles devem consultar a pesquisa científica acumulada na Espanha e no mundo. Estudos mostram que o contato direto entre as pessoas não desaparece com a Internet, pelo contrário, é estimulado. As duas formas de sociabilidade são cumulativas. E que um uso mais intenso da Internet tem efeitos positivos na satisfação das pessoas. Porque a Internet favorece dois fatores fundamentais que causam essa satisfação: a densidade das relações sociais e o empoderamento pessoal.

Portanto, nosso mundo é e será necessariamente híbrido, feito de realidade carnal e realidade virtual. É uma cultura da virtualidade real, porque essa virtualidade é uma dimensão fundamental da nossa realidade. E quando ameaças como a atual pandemia surgem sobre nossas vidas, sempre podemos nos retirar, adaptar e recomeçar, sempre em direção ao abraço, que, é claro, não podemos nem queremos virtualizar.”

Manuel Castells é pesquisador espanhol, referência mundial pelo seu trabalho na área da sociedade da informação.

A importância da Transformação Digital nas organizações em tempos de pandemia 

O mundo todo foi pego de surpresa pela atual crise global de saúde causada pela pandemia do COVID-19 decretada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). A disseminação do vírus pelo contágio comunitário, já tendo atingido a todos os estados brasileiros, vem alarmando o mundo e levando as esferas de governo a adotar medidas para o enfrentamento desta emergência de saúde pública, as quais vem causando a mudança de comportamento das empresas, dos colaboradores e dos consumidores.

Diante das recomendações do Ministério da Saúde, das medidas provisórias presidenciais e dos decretos estaduais e municipais dispondo sobre as ações de contenção da contaminação dos cidadãos, em especial sobre o isolamento social, as empresas se viram obrigadas a analisar e acelerar sua capacidade digital e a iniciar os processos necessários à aplicação do teletrabalho, também  conhecido como home office ou trabalho remoto regulado pela Lei 13.467/2017 (CLT).

Com a pandemia é certo que as empresas de todos os setores serão afetadas de maneira mais ou menos intensa de acordo com a alteração da demanda e a oferta de seus produtos e/ou serviços e com sua rapidez em implementar tecnologias aos seus negócios promovendo experiências digitais internas, no caso dos colaboradores que trabalharão remotamente, e externas no caso do atendimento às necessidades do consumidor. A digitalização das organizações e a alteração nas relações de trabalho se tornaram medidas essenciais para que possam dar continuidade às suas operações minimizando os impactos econômicos causados pela pandemia.

A pandemia transformou o modo de execução dos trabalhos, as empresas digitalizadas saíram na frente implementando o trabalho home office e mantendo o vínculo com o cliente por meio de vídeo conferências e outras ferramentas digitais, escolas e universidades disponibilizaram conteúdos e aulas com professores online, diversos ramos do comércio focaram na venda de seus produtos exclusivamente por meio de plataformas de e-commerce utilizando meios de pagamento digitais e empresas de entrega expressa ou correios, empresas do ramo alimentício aderiram ao delivery por meio de aplicativos e de entregas ao domicílio, empresas de todos os setores continuam suas operações por meio da automação de processos e das tecnologias digitais disponíveis.

A digitalização encarada anteriormente por algumas empresas como um investimento que podia esperar, passou a ser vista como uma necessidade, uma medida urgente que vai além do desenvolvimento tecnológico imposto sobre tarefas em que o trabalho humano já não era tão eficiente, sendo imprescindível para as organizações que, diante das medidas de prevenção de contaminação, não conseguirão atender seus consumidores nesse momento menos mercadológico e mais humanitário, mas que ao ser superado terá modificado para sempre a forma de comercializar e de consumir.

O efeito do Coronavírus foi uma guinada para o Mindset Digital das empresas tradicionais que adiavam sua digitalização porque seus negócios funcionavam bem naquele formato e que agora estão revendo seus conceitos e correndo contra o tempo para aplicar mudanças e tornar a tecnologia parte da estrutura organizacional de forma estratégica. Com o risco de terem seus negócios arruinados muitos empreendedores estão recorrendo às redes sociais e aplicativos multiplataforma de mensagens instantâneas, de chamadas de voz e de vídeo para smartphones para continuar comercializando seus produtos e serviços e permanecerem próximos aos clientes.

Entretanto, é importante lembrar que a Transformação Digital capaz de revolucionar as operações das empresas trazendo-lhes maior produtividade, competitividade e lucro vai muito além do uso de tecnologias. O digital deve estar presente em todo o processo operacional, no modelo de negócios, na gestão empresarial, no marketing, nas vendas, no atendimento ao cliente e incluir os colaboradores, a liderança e o departamento de RH fazendo parte da cultura organizacional para que após implementada continue se modernizando e oferecendo a melhor experiência aos clientes e aos funcionários.

Se antes da pandemia as empresas e organizações viam-se desafiadas a utilizar o digital para garantia de competitividade e resultados, hoje o desafio é utilizar as tecnologias para proteger a saúde de parceiros, fornecedores, clientes e colaboradores e garantir a continuidade da atividade e das transações comerciais, o que com certeza levará à uma mudança cultural da empresa e a percepção de que essas novas práticas poderão ser utilizadas após a crise pois resultam na diminuição de custos inerentes a atividade empresárias, otimização de tempo resolvendo questões por email e realizando reuniões por vídeo conferência, flexibilização de tarefas aumentando o foco e a produtividade do colaborador, atendimento ao cliente de forma inovadora e mais efetiva entre outros benefícios.

A pandemia acelerou a transformação digital do consumidor e as empresas que ainda não se digitalizaram se viram despreparadas para lidar com a crise causada pelo COVID-19. Diante dessa situação as empresas, principalmente as pequenas, já mudaram suas opiniões sobre a importância do investimento na Transformação Digital de seus negócios. Os empresários que tiverem o espírito empreendedor, enxergarem oportunidades em meio as dificuldades e conseguirem manejar as ferramentas tecnológicas disponíveis de maneira a vencer essa crise nunca mais serão os mesmos e tirarão lições positivas de um momento tão difícil e que agora lhes parece intransponível.

Apesar do futuro ainda ser incerto, o Brasil observou outros países e se adiantou na tomada de medidas preventivas a disseminação do COVID-19. Nenhuma empresa estava preparada para a pandemia, mas as empresas digitalizadas ou em processo de digitalização sofrerão efeitos menos devastadores. Acreditamos que quando a situação se normalizar teremos profissionais melhores, grandes líderes e novos empreendedores com uma gama de inovações e estratégias criadas para contornar situações adversas e que continuarão sendo utilizadas a favor das empresas. A Transformação Digital também vai evoluir, acontecerá de forma acentuada para todas as empresas e o resultado será uma alta em suas performances.

Webinar “Acelerando a Transformação Digital nas empresas para superar as restrições causadas pela pandemia”

convite

Segue convite para o Webinar “Acelerando a Transformação Digital nas empresas para superar as restrições causadas pela pandemia”, que acontece hoje às 15h.
O evento online contará também com a presença do presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília, Adriano Martins.
A participação é gratuita pelo site www.univem.edu.br/digital-webinar

A adoção da digitalização em tempos de pandemia pode iniciar a Transformação Digital das Organizações

A atual situação da nossa sociedade, fruto dos impactos causados pelo Coronavírus (COVID-19), está fazendo todas as áreas a refletirem sobre soluções diante desse cenário de privações, limitações e problemas causados principalmente pelo isolamento social que está provocando uma desaceleração da economia. Essas soluções quase em sua totalidade passam pela utilização de Tecnologias Digitais que já eram utilizadas para implementação de estratégias organizacionais para geração de diferenciais competitivos.

Muitas organizações vinham num processo de Transformação Digital de seus modelos de negócios antes desse momento de pandemia e agora apresentam uma aceleração nesse processo de digitalização de produtos, serviços e no modo como interagem com seus stake holders, sejam colaboradores, parceiros ou consumidores. Elas conseguiram se adaptar mais facilmente às limitações impostas pelo isolamento social e passaram a oferecer seus produtos e serviços em plataformas digitais, criaram modelos digitais de comunicação com seu público alvo ou utilizaram tecnologias disruptivas para minimizar o impacto desse momento de crise.

Essa adaptação acelerada é causada por uma série de fatores gerados pelo processo de Transformação Digital que já vinha acontecendo como: a implantação do “growth mindset”, ou seja, a mudança da cultura organizacional para o “digital”, evoluindo do conceito de estratégias digitais para o posicionamento do digital como estratégia do negócio; a digitalização dos processos que aumenta a produtividade e performance do negócio; a entrega de produtos e serviços em ambientes digitais ou pelo menos no modelo O2O, ou seja, o consumidor adquire e paga o produto ou serviço no ambiente online e recebe e consome no offline.

Um exemplo muito representativo desse cenário é o caso do Centro Universitário Eurípides de Marília – UNIVEM, instituição de ensino superior que adotou em 2019 a Transformação Digital como estratégia organizacional, criando uma série de inovações em seu design educacional. Durante o ano passado, por meio de um processo de planejamento estratégico, foi definida uma nova identidade estratégica para a organização baseada nos pilares da Transformação Digital, Inovação e Tecnologia. A partir disso, todos os projetos pedagógicos dos cursos foram impactados por essa estratégia, os ambientes de aula disruptivos foram criados baseados na Educação  4.0, professores foram capacitados para o uso de tecnologias educacionais em suas aulas e todo o corpo administrativo foi impactado pela Transformação Digital, desde a reitoria até os funcionário técnico-administrativos.

Motivado pelo processo de isolamento social que afetou toda o estado de São Paulo, a instituição em apenas 24 horas, passou a oferecer todas as aulas presenciais num ambiente digital no mesmo horário de aula com os professores atuando de suas casas e os alunos assistindo as aulas online e ao vivo de suas casas, ou seja, os alunos, principais interessados e impactados pelo problema do isolamento, não perderam nenhuma aula nesse processo.

As Tecnologias Digitais, com certeza, desempenham um papel fundamental nesse novo paradigma, que ocorre em todos os setores da sociedade, a digitalização dos modelos de negócio tornou-se essencial para que vários setores continuem em funcionamento e, diante deste cenário atual, seria muito difícil a pouco tempo atrás, vermos muitas dessas empresas, governos e profissionais fazendo parte dessa Transformação Digital.

Assim, as organizações e os profissionais podem aproveitar esse momento em que a digitalização se torna, em muitos casos, a única saída para que o negócio possa continuar acontecendo e iniciar um processo de Transformação Digital que, além de diferenciar essa organização nesse momento de exceção, com certeza trará diferenciais competitivos no momento de retomada da nossa economia.

 

Design de Mídias Digitais inicia no UNIVEM

criativa

Categorias:Uncategorized

UNIVEM lança MBA para Formação de Executivos Digitais

As principais empresas do mundo estão buscando adequar seus modelos de negócio às transformações disruptivas geradas pela revolução digital. Grandes desafios nesta revolução têm trazidos riscos para a continuação dos negócios tradicionais, como a 4ª Revolução Industrial, Ecossistemas de Startups, Digitalização dos Negócios, Modelos de Negócios Exponenciais e Digitais, Inovação Aberta, entre outros. Neste cenário, a maioria dos gestores e executivos não estão preparados para liderar esse processo de Transformação Digital das empresas brasileiras.

Com o objetivo de preparar os profissionais da região de Marília para esse desafio, capacitando-os para gerir e liderar os processos de Transformação Digital das empresas e  repensar o seu negócio para a era digital, o Centro Universitário Eurípides de Marília – UNIVEM está com inscrições abertas para o MBA em Transformação Digital – Formação Executiva, única pós-graduação com este enfoque na região. O MBA é lançado como um dos cursos mais modernos e inovadores de todo o país para lidar com o futuro dos negócios, estrutura diferenciada com time de professores formado por profissionais internacionais e grandes nomes do mercado e do mundo acadêmico.

O MBA em Transformação Digital alia as áreas de Gestão Estratégica de Negócios, com as principais tecnologias digitais do mundo atual, capacitando gestores, executivos e profissionais que desejam se atualizar e estar preparados para as demandas da era digital, que está gerando a maior mudança da história contemporânea no ambiente corporativo. Utilizando o pioneirismo nacional do UNIVEM no âmbito da Transformação Digital, essa Pós-Graduação irá formar os líderes que irão conduzir o Estado de São Paulo no contexto da Revolução 4.0.

O curso foi inspirado nos melhores MBAs da Europa e dos Estados Unidos, visando trazer o que há de mais atual e moderno para os gestores e profissionais, preparando-os para gerenciar e liderar os processos de Transformação Digital em suas empresas, enfatiza conceitos e a prática da Revolução Digital e Indústria 4.0, os modelos de negócios exponenciais e digitais, os domínios e processos da Transformação Digital e as principais tecnologias digitais nos negócios. Por fim, o pós-graduando irá vivenciar a Transformação Digital na prática, posicionando o profissional para atuar como agente de transformação do mercado e participar da revolução que o mercado está passando.

Cerificação Internacional

Uma grande novidade deste curso está na possibilidade do aluno conseguir uma dupla certificação com uma universidade da Europa. O curso foi elaborado em parceria com uma das mais reconhecidas universidades do mundo, a Universidad La Salle de Barcelona, dando a oportunidade ao aluno de ao final do curso receber certificação também da Universidade de Barcelona, finalizando o curso com uma extensão internacional no Parque Tecnológico La Salle Technova na capital da Catalunha.

universidade Barcelona 2

O Pró-reitor de Inovação e Desenvolvimento Institucional do UNIVEM, Prof. Dr. Elvis Fusco, destaca a grande oportunidade que este curso traz para os profissionais da região. “OS profissionais durante o curso poderão aplicar os conceitos e práticas vistos nas aulas em suas empresas, realizando a Transformação Digital de suas organizações conforme realiza o curso. Ao concluir o MBA, além do profissional estar apto a liderar projetos de Transformação Digital em todos os tipos de empresas, por meio da parceria com uma das universidades mais reconhecidas do mundo que torna este curso uma referência para todo o Brasil, devido a relevância dos conteúdos que serão abordados e aos professores que são reconhecidos nacional e internacionalmente, o aluno terá a possibilidade de ter uma dupla certificação, que permite que esta formação seja reconhecida em toda Europa”.

“O MBA em Transformação Digital do UNIVEM se distingue de todas as iniciativas semelhantes feitas no Brasil, por ter um conteúdo prático e que está alinhado ao que o mundo está praticando, além de utilizar a expertise do UNIVEM nesta área, que já é reconhecida em todo o país, pelos projetos de Transformação Digital realizados em grandes empresas nacionais e internacionais”, explica Elvis Fusco.

Ambientes de Aula Inovadores

Outro importante aspecto do MBA em Transformação Digital está no modelo inovador de pós-graduação do UNIVEM, em que o curso é organizado em módulos e ao final de cada etapa o aluno recebe uma certificação. Além disso, as aulas têm um enfoque prático e acontecem em laboratórios modernos de ensino e nos ambientes de inovação e empreendedorismo do UNIVEM, o Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília), o InnovaSpace Coworking e o UNIVEM Open Innovation Labs.

O coordenador da Pós-Graduação do UNIVEM, o Prof. Paulo Rogério de Melo Cardoso afirma que “O MBA em Transformação Digital do UNIVEM é um curso focado naqueles profissionais que necessitam se atualizar em um mundo que está passando por mudanças disruptivas a todo momento. Desta forma, todos os profissionais que desejam participar desta revolução e se destacar devem realizar este MBA e ter a possibilidade de ter aulas com profissionais líderes nas áreas da Transformação Digital, Inovação e Empreendedorismo. Um curso com esta qualidade só existe fora do país, e o UNIVEM como principal agente de Transformação Digital da nossa região, traz para Marília, aumentando ainda mais o destaque da cidade no cenário nacional”.

leg1 corteleg3 corte1

Corpo Docente

Destacam-se entre o corpo docente do MBA, os seguintes profissionais: Josep Piqué Huerta, presidente do La Salle Technova Innovation Park em Barcelona; Cezar Taurion, head de Digital Transformation da Kick Ventures e autor de nove livros sobre Transformação Digital, Inovação, Open Source e Cloud Computing; Tsen Kang, Diretor de Pesquisa de Novos Negócios do Grupo Jacto; Renata Castanha, cientista de dados da empresa Ambev; José Milagre, Perito em crimes cibernéticos e especialista em Direito Digital; José Eduardo Santarém Segundo, professor da USP e pesquisador reconhecido na área de Data Science e Tecnologias 4.0; Jó Ueyama, professor da USP e pesquisador renomado na área da Internet das Coisas; Iglá Generoso, CEO & Founder da Digital Innovation One com formação executiva em inovação de produtos e negócios pela Harvard Business School.

Inscrições

Para realizar a sua inscrição na pós-graduação do UNIVEM, acesse o site: www.univem.edu.br/pos. Ex-alunos e empresas conveniadas do UNIVEM possuem descontos, confira as condições no site.

Categorias:Uncategorized

UNIVEM abre inscrições para o maior Concurso de Startups da região

O Centro Universitário Eurípides de Marília – UNIVEM abriu inscrições para o 4º Marília Startup Pitch Day, evento que premiará as principais startups e modelos de negócios inovadores da região.

O evento acontece no dia 05 de dezembro às 19h no Salão Nobre da instituição e as inscrições são gratuitas. Podem se inscrever empreendedores que apresentem modelos de negócios inovadores ou startups com até 2 anos de formalização.

FOTO PITCHDAY 1 corte

Marília Startup Pitch Day em 2018

As startups inscritas passarão por um processo de seleção em que as melhores colocadas serão selecionadas para apresentação em formato de posters no local do evento ou para apresentação de um pitch de até 5 minutos para uma banca de avaliadores e investidores.

Após a avaliação da banca a primeira colocada ganhará um prêmio no valor de R$ 5.000,00 e as 3 primeiras serão contemplandas com um contrato de um ano de pré-incubação e aceleração no InnovaSpace Coworking, ambiente de desenvolvimento de startups, instalado no campus do UNIVEM, classificação para processo de aceleração da SEVNA Startups, entre outros serviços.

O evento é promovido pelo Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília, ambiente de empreendedorismo e inovação mantido pelo UNIVEM e credenciado ao Governo do Estado de São Paulo.

O Pró-reitor de Inovação e Desenvolvimento Institucional, Prof. Dr. Elvis Fusco, explica que o CITec-Marília é o maior ambiente de empreendedorismo e inovação credenciado ao Governo de São Paulo. “O UNIVEM é a única instituição do estado a disponibilizar ambientes como o CITec-Marília, o Centro Incubador de Empresas de Marília e o InnovaSpace Coworking, como laboratórios práticos para que os alunos de graduação e pós-graduação possam aplicar os conceitos de educação empreendedora em projetos inovadores de startups e negócios de base tecnológica nas áreas de TI, Negócios, Agro, Finanças, Indústria 4.0, Direito, entre outras.”, esclarece Elvis.

“Nos eventos anteriores tivemos startups que atualmente estão revolucionando modelos de negócios nas áreas do comércio, da alimentação, do agronegócio, com inovações e tecnologias no comércio eletrônico, inteligência artificial, drones, marketplace e chatbots por exemplo.”, explica Elvis Fusco.

FOTO SEV 1 - Copia corte

Vencedores do 3º Marília Startup Pitch Day em 2018

Vencedor do Marília Startup Pitch Day do ano passado, a startup SEV hoje instalada no Centro Incubador de Empresas do UNIVEM, já recebeu investimento e é uma das empresas referência na área de chatbot para vendas no país. “Após vencermos o 3º Marília Startup Pitch Day em 2018, além das outras premiações, fomos acelerados no InnovaSpace Coworking do UNIVEM e classificados no processo seletivo da aceleradora SEVNA Startups.”, comemora João Pedro da Silva, ex-aluno de Ciência da Computação e empreendedor da SEV.

As startups podem ser inscrever gratuitamente para o 4º Marília Startup Pitch Day até o dia 25 de novembro pelo site http://startupmarilia.com.br/.

Categorias:Uncategorized

Setor de tecnologia lidera ranking anual dos melhores empregos

Ocupações ligadas a computação são 19 das 50 eleitas em 2019 por site de recrutamento

Marília e região como polo nacional de Tecnologia oferece um cluster de mais de 200 empresas e o UNIVEM, como principal formadora de profissionais de TI da região, traz para o Vestibular 2020, os melhores cursos de Computaçâo e TI do interior de SP.

Ciência da Computação – Presencial
Sistemas de Informação – Presencial
Engenharia da Computação – Presencial
Ciência de Dados – Presencial
Análise e Desenvolvimento de Sistemas – EaD
Gestão da Tecnologia da Informação – EaD

Inscrições abertas para o Vestibular 2020
Data: 27 de outubro
http://www.univem.edu.br/vestibular

https://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/carreiras/2019/09/setor-de-tecnologia-lidera-lista-de-melhores-empregos-do-ano.shtml

Categorias:Uncategorized

Guess tem vaga para Programador

Conhecimento e experiência em C# Web e Delphi.

Interessados devem enviar currículo para o e-mail elerson.diniz@guessnet.com.br

Categorias:Uncategorized

Vaga para Analista de Desenvolvimento TOTVS

ANALISTA DE DESENVOLVIMENTO TOTVS

Imprescindível experiência com o sistema Totvs/Protheus

Vale Alimentação, Vale Transporte, Plano de Saúde, Plano Odontológico, PPR

Currículos devem ser  encaminhado para fatima@mariliarh.com.br