Arquivo

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Oportunidade para Desenvolvedores Freelancer

Vagas:
· Desenvolvedor Junior Backend
· Desenvolvedor Junior Web Front-End

Procuramos pessoas com:
· Experiência técnica com  .NET/C# OU node, outros Frameworks também serão levados em conta.
· Experiência técnica com Vue.js OU Angular OU Laravel OU Django;

Responsabilidades:
· Trabalhar com uma equipe para definir e entender requisitos funcionais e técnicos do sistema;
· Codificar, testar e implantar sistema;
· Inovar e pensar em soluções para o projeto;

Você vai se destacar se:
· Tiver experiência com diferentes projetos de larga escala;
· Experiência com integrações e que seja capaz de gerenciar atividades arquiteturais do ponto de vista funcional e não funcional;
· Interesse e vontade de atuar com diversas tecnologias;
· Experiência em integração de sistemas com o ERP SAP;
· Tiver experiência com infraestrutura em cloud pública ou privada.
· Conhecimento de engenharia de software, gerenciamento de repositório, build, testes e Scrum;
· Inglês intermediário para conversação, leitura e escrita

Detalhes das vagas:

  • Contratação imediata
  • Projeto de 3 meses com possibilidade de extensão
  • Contratação por projeto: PJ
  • Local de trabalho: Univem/CITec-Marilia

Enviar currículos para: allan_oliveira@univem.edu.br

Anúncios

Acompanhe como foi a XI Semana de Tecnologia da Informação do Univem

Jantar dos 20 anos do curso de Ciência da Computação do Univem

JANTAR em comemoração aos 20 anos do curso de Ciência da Computação do Univem – 06 de setembro de 2018

Faça sua reserva: www.univem.edu.br/computacao20anos

convite_jantar ciência da computação.jpg

Comissão do Senado aprova parecer sobre regras na proteção de dados pessoais

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou, nesta terça-feira (3/7), parecer favorável ao Projeto de Lei da Câmara 53/2018, que deve impor normas para empresas e a administração pública cuidarem dos dados pessoais de cidadãos brasileiros. Antes de ir a sanção, o texto ainda precisa passar pelo Plenário da Casa, o que pode ocorrer nesta quarta (4/7).

O projeto tem 65 artigos definindo hipóteses em que os dados poderão ser tratados pelos setores públicos e privados. O texto diz que será possível solicitar que empresas apaguem informações pessoais que estiverem em bancos de dados e obriga companhias a pedirem autorização ao usuário antes de coletar esses dados. A solicitação deve ser renovada caso sejam vendidas ou transferidas para os bancos de dados de outras pessoas jurídicas.

O objetivo também é obrigar que empresa divulguem vazamentos de dados pessoais e pague multa de 2% do faturamento quando esse tipo de situação ocorrer, até o limite de R$ 50 milhões por infração.

De acordo com o PL, são considerados dados pessoais informações como nome, endereço, e-mail, idade, estado civil e situação patrimonial, obtidas em qualquer meio: papel, eletrônico, informático, som e imagem.  Também entram na lista as imagens colhidas por videovigilância, a gravação de chamadas telefônicas, os endereços de IP (identificação de computador) e localizações obtidas por sistemas de GPS.

O texto tramitava há seis anos na Câmara dos Deputados e foi aprovado em 30 de maio. A redação atual é inspirada em regulações europeias sobre o uso de informações pessoais como a Regulação Geral de Proteção de Dados (conhecida como GDPR, na sigla em inglês), aprovada em maio deste ano.

Nesta terça, a mesma reunião na comissão do Senado aceitou requerimento de urgência para o assunto, retirando a necessidade de análise das Comissões de Ciência, Tecnologia, Inovação e Informática (CCT) e de Constituição e Justiça (CCJ).

O relatório aprovado foi elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que manteve o conteúdo aprovado pela Câmara e incluiu apenas algumas alterações de redação. Ferraço também rejeitou os PLS 131/2014, 181/2014 e 330/2013, originários do Senado que tramitavam em conjunto.

Na esfera pública, a proposta prevê ainda que o usuário será informado quando o uso de seus dados for liberado para o cumprimento de uma obrigação legal ou pela administração. Por outro lado, as normas não se aplicam se as informações forem usadas por terceiro pessoa física, para fins exclusivamente pessoais, ou se usado para conteúdos exclusivamente jornalísticos, artísticos ou acadêmicos.

Devem receber tratamentos diferenciados por serem considerados sensíveis dados sobre origem racial ou étnica; convicções religiosas; opiniões políticas; filiação a sindicatos ou a organizações de caráter religioso, filosófico ou político; dados referentes à saúde ou à vida sexual; e dados genéticos ou biométricos quando vinculados a uma pessoa natural.

Proteção ao menor
Outro ponto que a proposta prevê regular é a autorização prévia dos pais para que as informações sobre crianças com até 12 anos sejam concedidas. Pelo menos um dos responsáveis legais deverá permitir tanto a coleta quanto o tratamento de dados neste caso.

A redação foi elogiada pelo Instituto Alana. “Consideramos a inclusão de tais pontos uma vitória importante para a infância brasileira. Além de dar efetividade ao artigo 227 da Constituição Federal, ao contemplar as necessidades do público infantil, está em linha com as legislações mais avançadas, a exemplo da norte-americana e europeia”, afirma Pedro Hartung, coordenador do programa Prioridade Absoluta da organização. Com informações da Assessoria de Imprensa do Senado.

Clique aqui para ler o parecer aprovado pela comissão.
PLC 53/2018

Categorias:Uncategorized

Assembleia geral aprova contas de 2017 da Asserti

PrestacaoContas2017.png

Categorias:Uncategorized Tags:

Ciência da Computação do Univem completa 20 anos e lança site em comemoração

banner hotpage_20 anos-01

Em 2018, o curso de Bacharelado em Ciência da Computação do Univem completa 20 anos de implantação, uma trajetória de realizações que transformaram a formação de profissionais de Computação e a indústria de Tecnologia da Informação do centro-oeste paulista. Para marcar a data, foi lançado um site em comemoração a esta data (www.unviem.edu.br/computacao20anos).

Ao longo desses 20 anos, o curso tem se destacado pela sua contribuição na pesquisa científica na área da Computação em nível nacional e internacional, na formação dos principais profissionais e lideranças no mercado de TI e na criação de empresas de alta tecnologia.

Segundo o coordenador do curso de Ciência da Computação do Univem, Prof. Dr. Elvis Fusco, o site tem como objetivo marcar as comemorações dos 20 anos do curso e apresenta a agenda de atividades que ocorrerão neste ano para marcar esta importante conquista da instituição. “O site traz a agenda de comemorações, as principais realizações e conquistas do curso nestes 20 anos e o lançamento do Univem Social Networking, uma rede social para os ex-alunos, que além de poderem atualizar suas informações profissionais e pessoais, permitirá que as turmas já formadas possam se comunicar por meio da ferramenta“.

FOTO 2 20 ANOS CIENCIA DA COMPUTAÇÃO .jpg

Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do curso de Ciência da Computação do Univem

“Essa interação e as informações servirão como uma plataforma de networking profissional para os alunos já formados no curso de Ciência da Computação e ampliará a visibilidade dos ex-alunos”, completou o coordenador.

A XI Semana de Tecnologia da Informação, evento tradicional promovido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, que acontece de 2 a 6 de setembro, terá uma série de atividades em comemoração a data e no dia 6 de setembro acontece aula magna com o Prof. Dr. Edward David Moreno Ordonez, professor da Universidade Federal de Sergipe e ex-coordenador do curso.

Para comemorar esta importante data, no dia 6 de setembro, o curso promoverá o Jantar “20 anos do curso de Ciência da Computação do Univem”, reunindo egressos, alunos, professores.

O site dos 20 anos do curso de Ciência da Computação pode ser acessado pelo link: http://www.univem.edu.br/computacao20anos.

Categorias:Uncategorized

Onclick tem vaga de estágio na área de Marketing


EstagioMkt.png

Categorias:Uncategorized