Arquivo

Posts Tagged ‘CIEM’

Univem sedia 2º Marília Startup Pitch Day

Acontece neste sábado (11/11) o 2º Marília Startup Pitch Day, evento promovido pelo Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília em parceria com os cursos de pós-graduação do Univem.

O evento tem como objetivo a apresentação de projetos inovadores de startups de alunos da graduação e pós-graduação do Univem, de empreendedores do Centro Incubador de Empresas de Marília – Ciem, do InnovaSpace Coworking e da região de Marília.

As apresentações acontecem a partir das 8h30 em formato de posters no InnovaSpace Coworking e de pitchs de 1 e 5 minutos no Auditório Shunji Nishimura.

foto4

InnovaSpace Coworking

Os empreendedores apresentarão seus projetos para mais de 30 avaliadores, mentores e investidores que poderão ajudar a alavancar os empreendimentos de base tecnológica.

O evento é aberto ao público e ao final os melhores projetos serão premiados pelas empresas Locaweb, GAA Start, Programa Visão de Mercado, TBS Consultoria, Vilage Marcas e Patentes e pelo InnovaSpace.

Segundo o coordenador do evento, Prof. Dr. Elvis Fusco, foram mais de 50 projetos submetidos e 35 projetos aprovados para a exposição. “Este é o maior evento de startups da região e isso é comprovado tanto pela quantidade como pela qualidade e maturidade dos projetos que poderão ser comprovados durante as apresentações”, comemora Elvis, que também é coordenador do CITec-Marília.

Marília atualmente é reconhecida nacionalmente pelos seus ambientes de inovação que são tidos como modelo pelo Governo de São Paulo para outras cidades que buscam criar centros de inovação e incubadoras de empresas e com o recém inaugurado espaço de coworking, o Univem, que já era a entidade gestora do CITec-Marília e do Ciem, consolida-se ainda mais como a principal entidade de ensino superior do estado na formação superior baseada na tecnologia, empreendedorismo e inovação.

“O InnovaSpace Coworking com somente um mês de inaugurado conta com 15 startups e algumas delas estarão presentes no Marília Startup Pitch Day reforçando a nova vocação da cidade de Marília para o setor de Tecnologia da Informação”, conclui Elvis Fusco.

Anúncios

Modelo de Sustentabilidade do Ecossistema de Inovação de Marília

Ecosistema Brasileño de Innovación: Estudio de caso del Sistema Paulista de Innovación

Inauguração do InnovaSpace Coworking do Univem

Startup do CITec-Marília é selecionada para programa de aceleração

A partir da próxima segunda-feira (25/09) a startup Browser Ninjas, instalada no Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília, viverá a intensa experiência de seis meses de aceleração no programa de aceleração Sevna Startups.

Durante um semestre, os empreendedores da startup de Marília, que ficou entre as 5 selecionadas em todo o Brasil, receberão mentorias, treinamentos, infraestrutura, ferramentas e investimentos que possibilitarão a evolução de seus projetos. Os selecionados também vão desfrutar de vantagens como o sólido networking e a experiência dos fundadores do Instituto Sevna, entidade responsável pelo programa.

Foram escolhidas startups de Ribeirão Preto, Marília, Vitória, São Carlos e São José do Rio Preto que desenvolvem soluções baseadas em tecnologias como inteligência artificial e linguagem natural (robôs capazes de conversar por voz com humanos), teste de software, geolocalização para resolver problemas e desafios nas áreas de meio-ambiente, comunicação, acessibilidade, gestão de PMEs e programação web.

Na seleção, os projetos foram classificados como seed, que são as startups que estão dando os primeiros passos no desenvolvimento e validação de seus produtos, e growth, empresas já possuem produtos e clientes, e que receberão suporte para estruturar seu processo de crescimento e expansão.

Segundo o CEO da Browser Ninjas, Fagner Christian Paes, a startup desenvolve ferramentas para testes de software que utilizam inteligência artificial e comparação de imagens para detectar automaticamente inconsistência de aparência e funcionamento na renderização de uma mesma aplicação web em diferentes plataformas e navegadores web. Fagner, bacharel em Ciência da Computação pelo Univem, também é proprietário da Best Code, empresa que foi incubada no Centro Incubador de Empresas de Marília – Ciem e que continua instalada na incubadora e encontra-se no processo de pós-incubação.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do CITec-Marília e Ciem, explica que a parceria dos ambientes de inovação de Marília com a aceleradora Sevna Startups iniciou em junho e esta foi a primeira seleção de aceleração que as startups de Marília e região participaram. “No ecossistema de inovação de Marília, que tem como principais entidades, o CITec-Marília e o Ciem, existem muitos empreendimentos inovadores que certamente irão despertar o interesse de investidores de outras entidades de fomento”, afirma Fusco.

“Nos próximos dias, o cenário de desenvolvimento de startups em Marília será potencializado com a inauguração do InnovaSpace Coworking, ambiente de inovação instalado no CITec-Marília que apoiará os empreendedores que tenham boas ideias com potencialidade de se tornarem startups”, concluiu o coordenador do CITec-Marília.

Mais informações sobre os ambientes de inovação de Marília podem ser encontrada no site www.inovamarilia.org.br.

X Semana de Tecnologia da Informação começa nesta segunda

SemanaTI.jpg

Começa nesta segunda, 11 de setembro, a X Semana de Tecnologia da Informação, evento promovido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem em parceria com o COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), a ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e o CITec-Marília (Centro de Inovação Tecnológica de Marília).

Maior evento da área de Tecnologia da Informação (TI) da região, atrai profissionais, empreendedores e alunos que buscam atualização tecnológica por meio de seminários, palestras e minicursos e networking por meio das diversas atividades de fomento ao empreendedorismo, inovação e e tecnologia.

Inovação tecnológica, empreendedorismo em TI, smart cities, startups, vale do silício, data lake, cloud computing, deep learning, mobile apps, tecnologias de front-end, games, machine learning são alguns dos temas das palestras e minicursos que serão tratados neste ano na Semana de Tecnologia da Informação.

fotosemanati.jpg

Na abertura da Semana de TI, no dia 11 de setembro às 19h30, acontece o 3º Seminário de Inovação “Inova Marília”, fórum de discussão sobre o tema trazendo a palestra “Incentivando o empreendedorismo na Universidade” com Roberto Ferrari, diretor executivo da Agência de Inovação da UFSCar e palestra “Cenário da Inovação no Brasil”
com Roberto Nicolsky, diretor presidente da Sociedade Brasileira Pró-inovação Tecnológica.

Na véspera de receber o credenciamento provisório do Parque Tecnológico, Marília e região vivem um momento especial em relação à área de Tecnologia da Informação e Inovação e o Univem consolida-se cada vez mais como entidade protagonista na no processo de posicionar a cidade como polo de tecnologia e inovação. Neste contexto, a Semana de TI traz novamente para Marília, o Movimento pela Inovação, evento que acontece nos dias 12 e 13, promovido pela Desenvolve SP, que tem como objetivo oferecer linhas de fomento e orientação especializada para empresas e pesquisadores que desejam investir em inovação ou colocar em prática um projeto inovador.

Durante o evento apresenta o Recruting Semanati 2017, espaço destinado a empresas exporem seus produtos e serviços e realizar o recrutamento de alunos e profissionais.

Grandes empresas de TI como a Boa Vista Serviços, Telecontrol, Tray, Locaweb,  CIAG (Jacto), Totvs, Interfocus, Dsin, Bredas, Onclick, Life,  Totvs, TK Ingressos estarão presentes no evento com apoio e stands no espaço Recruiting, além da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) que neste dia 11 de setembro completa 5 anos, consolidada como a maior entidade representativa da área de Tecnologia da Informação do interior de São Paulo.

A 10ª edição do evento traz algumas novidades para os aficionados por games que poderão participar da 1ª Jornada de Games Univem que contará com o Game Class, treinamento para aprender a jogar, o Games Dev, cursos de desenvolvimento de games e o Torneio Univem de League of Legends.

Segundo o Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem e do Centro de Inovação Tecnológica de Marília, a Semana de TI em Marília é um evento esperado pela comunidade da região. “Conseguimos congregar neste evento, profissionais, empreendedores e estudantes da área de TI de instituições de toda a região e a cada ano trazemos novidades que enriquecem cada vez o evento. Neste ano, além do ciclo de palestras e minicursos, do Recruting Semanati, da Maratona Regional de Programação e da Olimpíada de Informática para Alunos do Ensino Médio, teremos o Movimento pela Inovação da Desenvolve SP para empreendedores e pesquisadores em busca de recursos para projetos de inovação e a Jornada de Games que tem atraído futuros talentos para essa área que cresce cada vez no mercado de TI”, conclui o coordenador do evento.

O evento vai até o dia 16 de setembro e é aberto ao público em geral. Para conferir a programação completa e realizar a inscrição no evento, acesse www.univem.edu.br/semanati2017.

Geraldo Alckmin regulamenta leis de inovação e incentiva parcerias entre entidades públicas e privadas

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou no dia 04 de setembro o Decreto n.º 62.817, que incentiva e garante mais segurança jurídica às parcerias entre instituições estaduais e privadas de pesquisa e inovação. O coordenador do Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília, Prof. Dr. Elvis Fusco, participou da cerimônia de assinatura no Palácio dos Bandeirantes.

foto01

Representantes de Marília e o Governador Geraldo Alckmin durante evento

Acompanharam o coordenador do CITec-Marília, o secretário municipal de desenvolvimento, Cássio Luis Pinto e o diretor do Ciesp, Chikao Nishimura.

Elvis Fusco destaca que o decreto de regulamentação das leis de inovação do estado, que define o Marco Regulatório da Política Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, estabelece novas formas de relacionamento entre as instituições de ensino e pesquisa e entidades privadas, além de permitir a participação do pesquisador nos lucros de cada produto desenvolvido, assegurando juridicamente tanto às instituições públicas, quanto privadas, ao firmar as regras a serem cumpridas por cada um dos envolvidos.

“A melhor maneira de nós nos prepararmos para o futuro, para as gerações futuras, é investir no conhecimento e na inovação. A inovação é o verdadeiro motor do progresso e nós vivemos em um mundo onde as coisas estão muito rápidas e precisamos saber permanentemente fazer o jogo do século 21”, avaliou o governador.

foto00

Governador Geraldo Ackmin assina decreto de regulamentação das leis de inovação

Com a novidade, a iniciativa privada pode, por exemplo, realizar trabalhos conjuntos de pesquisa utilizando os laboratórios, plantas-piloto, capital intelectual e áreas experimentais estaduais, em vez de construir seu próprio espaço para estudo – economizando dinheiro e oferecendo à sociedade os resultados em um menor espaço de tempo.

“Temos que dar atenção às soluções e não aos problemas. O investimento na tecnologia e na inovação não é um gasto, é literalmente um investimento. Precisamos incentivar o setor privado a fazer mais parcerias”, destacou Márcio França, vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Pasta responsável por capitanear a minuta do decreto assinado por Geraldo Alckmin.

Com essa regulamentação, a iniciativa privada pode realizar projetos de pesquisa em conjunto com entidades públicas utilizando seus laboratórios, plantas-piloto, capital intelectual e áreas experimentais estaduais, em vez de construir seu próprio espaço para estudo – economizando dinheiro e oferecendo à sociedade os resultados em um menor espaço de tempo.

Este decreto contempla também as organizações membros do Sistema Paulista de Ambientes de Inovação, instituído com o objetivo de incentivar o desenvolvimento sustentável do Estado pela inovação tecnológica, estimulando projetos e programas especiais articulados com o setor público e privado, como o Centro de Inovação Tecnológica de Marília e o Centro Incubador de Empresas de Marília, que poderão ser integrados a outros órgãos e entidades públicas e privadas.

Segundo dados do governo de SP, a produção científica paulista representa mais de 35% da produção brasileira. O Estado aplica em torno de 1,5% de seu produto Interno Bruto (PIB) em pesquisa e desenvolvimento.