Arquivo

Posts Tagged ‘compsi’

X Semana de Tecnologia da Informação começa destacando o incentivo à inovação

Começou nesta segunda (11/09) a X Semana de Tecnologia da Informação, evento promovido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem com o apoio da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e do CITec-Marília (Centro de Inovação Tecnológica de Marília).

Mais de 500 participantes entre alunos, profissionais e empreendedores participaram da primeira noite do evento que foi marcada pela realização do 3º Seminário de Inovação que contou com as palestras “Incentivando o empreendedorismo na Universidade” com Roberto Ferrari, diretor executivo da Agência de Inovação da UFSCar e Cenário da Inovação no Brasil com Roberto Nicolsky, diretor presidente da Sociedade Brasileira Pró-inovação Tecnológica.

2

Abertura da X Semana de Tecnologia da Informação do Univem

Ainda na primeira noite do evento, o Prof. Dr. Leandro Villas da Unicamp palestrou sobre Serviços e Aplicações para Cidades Inteligentes.

4

Palestra “Serviços e Aplicações para Cidades Inteligentes”

Nesta terça (12/09), a Semana de TI trouxe novamente para Marília, o Movimento pela Inovação, promovido pela Desenvolve SP, que tem como objetivo oferecer linhas de fomento e orientação especializada para empresas e pesquisadores que desejam investir em inovação ou colocar em prática um projeto inovador, o evento trouxe as palestras das principais entidades de fomento do país: A Inovação nas PMEs (Desenvolve SP), Financiamentos especiais para Inovação e as vantagens de uma Agência de Desenvolvimento(Desenvolve SP), A Pesquisa nas PMEs: programas e incentivos (Finep) e Inovação e Empreendedorismo tecnológico (Senai).

8

Movimento pela Inovação realizado durante a Semana de TI

O coordenador do evento, Prof. Dr. Elvis Fusco, comenta que na véspera de receber o credenciamento provisório do Parque Tecnológico, Marília e região vivem um momento especial em relação à área de Tecnologia da Informação e Inovação e o Univem consolida-se cada vez mais como entidade protagonista no processo de posicionar a cidade como polo nacional de tecnologia e inovação. “A Semana de Tecnologia da Informação do Univem se destaca com o principal evento da área no centro-oeste paulista e consolida a cada edição a instituição como líder regional na formação superior baseada no empreendedorismo, inovação e tecnologia.”, destaca Elvis.

5

Coordenador da Semana de TI, Prof. Dr. Elvis Fusco

 

Como nas outras edições, neste ano o evento apresenta o Recruting Semanati, espaço destinado a empresas de TI e RH que têm a possibilidade de exporem seus produtos e serviços e realizarem o recrutamento de alunos e profissionais.

 

A X Semana de Tecnologia da Informação continua até o dia 16 de setembro apresentando palestras, oficinas, minicursos e a Jornada de Games.

A programação completa do evento pode ser obtida por meio do site www.univem.edu.br/semanati2017.

Anúncios

Prefeitura e Univem apresentam projeto de credenciamento do Parque Tecnológico de Marília

O prefeito Daniel Alonso e representantes do Centro Universitário Eurípides de Marília – Univem e do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação – Comcitiestiveram presentes nesta segunda-feira, dia 28, em São Paulo, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de SP, com o objetivo de protocolar o projeto de solicitação de credenciamento provisório do Parque Tecnológico de Marília.

Além do prefeito de Marília, estiveram presentes, o secretário municipal de desenvolvimento, Cássio Luis Pinto, o reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, o coordenador do Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília e presidente da Asserti, Prof. Dr. Elvis Fusco, o coordenador de pesquisa e extensão do Univem, Prof. Dr. Fábio DacêncioPereira e o presidente do ComcitiChikao Nishimura, que também é diretor regional do Ciesp.

A comitiva de Marília foi recebida pelo subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Strama e pela gerente do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, Margareth Leal.

IMG_0140

Requerimento de Credenciamento do Parque Tecnológico Protocolado no Governo de SP

Segundo Margareth, para obter o credenciamento provisório de um parque tecnológico, a cidade deve atender vários requisitos como: ter um centro de inovação tecnológica e uma incubadora de base tecnológica credenciados ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação; documento de manifestação de apoio pelas principais entidades, empresas e instituições de ensino; projeto de caracterização e detalhamento do Parque; projeto arquitetônico e urbanístico do empreendimento; estudo de viabilidade econômico-financeira; estudo de viabilidade técnico-científica; estudo de sustentabilidade ambiental e documento comprovando área de no mínimo 200 mil m2 destinada à implantação do Parque.

Os projetos e estudos de credenciamento do Parque Tecnológico de Marília foram elaborados pelo Univem, sob coordenação dos professores Elvis Fusco e Fábio Dacêncio com a cooperação das principais entidades da região representadas no Comciticomo o CiespAcimAsserti, Fiesp, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, SebraeUnesp, Fatec, Etec e de empresas das áreas de vocação que prioritariamente serão beneficiadas pela implantação do empreendimento.

O reitor Univem destaca que a instituição viabilizou a maioria dos requisitos por ser a entidade gestora do CITec-Marília e Ciem e ter investido na elaboração de todos os estudos e projetos que compõem o documento apresentado ao Governo do Estado.  “O apoio e investimento na geração de empreendimentos de base tecnológica e na inovação começou no Univem no ano 2000 com a criação do Centro Incubador de Empresas que hoje é um dos requisitos para esse credenciamento. Atualmente os ambientes de inovação, a Asserti e o Arranjo Produtivo Local APL TI Marília tem suas sedes no Univem e recebem todo o apoio institucional para que a cidade receba essa importante conquista.”, completou o reitor.

O prefeito de Marília destaca que a governo municipal por meio de todas as secretarias, principalmente do Desenvolvimento Econômico, tem empenhado todos os esforços para cooperar no credenciamento do Parque. “A gestão municipal atual mantém políticas públicas de incentivo ao crescimento econômico e social utilizandocomo estratégia, o apoio ao desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no município, tais incentivos foram pontuados na recente lei de incentivo à inovação, aprovada em julho. Além da lei, a doação do terreno são algumas das ações que o poder público municipal tem realizado em relação a esse projeto e demonstra a visão de futuro do atual governo em investir no empreendedorismo e na inovação como catalizadores do desenvolvimento econômico e da geração de empregos do futuro da nossa cidade.”, destacou o prefeito.

O subsecretário, Marcelo Stramacomentou que os ambientes de inovação de Marília mantidos pelo Univem (CITec-Marília e Ciem) são atualmente referência para o Governo de São Paulo e indicados como modelo de gestão e apoio ao empreendedorismo e inovação para cidades que desejam implantar esses ambientes.“A cidade de Marília atende a todos os requisitos para o credenciamento provisório do Parque Tecnológico pois apresenta um Sistema Local de Inovação que demonstra a articulação do poder público municipal, estadual e federal com instituições de ensino e pesquisa no apoio à inovação nas empresas locais e regionais tendo seus atuais ambientes de inovação como potencializadores desse processo”, destacou Strama

O Prof. Dr. Elvis Fusco explica que um Parque Tecnológico é um empreendimento de desenvolvimento econômico e tecnológico que visa fomentar economias baseadas no conhecimento por meio da integração de pesquisa científica, empresas e organizações governamentais. “O Parque Tecnológico de Marília foi idealizado com o caráter regional tendo como prioridade de apoio, as áreas de vocação das cidades de Marília, Pompeia e Garça: alimentos, metalmecânica, Tecnologia da Informação, agronegócios, saúde e eletroeletrônicos. A visão é que o Parque de Marília venha prover ao setor produtivo, os serviços, a infraestrutura e o capital humano adequados à realização de atividades inovadorase estimule a implantação e atração de empresas de base tecnológica para a região.”, concluiu Fusco.

A expectativa dos responsáveis pelo projeto é que o credenciamento provisório consequente inclusão do Parque Tecnológico de Marília ao Sistema Paulista de Parques Tecnológicos seja realizado ainda este ano. Essa inclusão permite à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação a realização de análise inicial das condições da proposta básica apresentada, com o objetivo de auxiliar a cidade na implantação do Parque, constatada a viabilidade, será concedido o seu credenciamento definitivo.

Revista JADI abre chamada para recebimento de artigos

cover_issue_42_pt_br

O “Journal on Advances in Theoretical and Applied Informatics – JADI” (ISSN 2447-5033) é um periódico de acesso livre publicado pelo Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM). JADI é uma publicação online com o objetivo de promover a disseminação de pesquisas técnico-científicas, produzidas por acadêmicos e profissionais da indústria da área de Tecnologia da Informação e áreas relacionadas, tais como Sistemas de Informação, Ciência da Informação, Ciência da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia de Computação, Gestão de TI, Inovação e Empreendedorismo em TI.

Informações adicionais e orientações para autores podem ser obtidas na página do periódico: www.univem.edu.br/jadi.

Deadline do próximo número da JADI: 01/12/2016

De forma geral, a JADI publica pesquisa teórica e aplicada dos seguintes temas:

  • Novos modelos, arquiteturas, metodologias e frameworks de design de software;
  • Engenharia de software orientada a modelos;
  • Métodos para segurança, manutenção e confiabilidade em software;
  • Arquiteturas de software e metodologias orientadas a qualidade;
  • Novas ferramentas e ambientes para software;
  • Engenharia de software pervasivo, móvel e ubíquo;
  • Software embarcado ou distribuído;
  • Sistemas de tempo-real, dinâmicos, automação e críticos;
  • Abordagens de inteligência artificial e sistemas autônomos;
  • Sistemas de tomada de decisão e ferramentas de suporte;
  • Sistemas, métodos e modelos de gestão de dados, informação e conhecimento;
  • Gestão da qualidade de dados, informações e conhecimento;
  • Gestão de sistemas de informação;
  • Gestão da informação e inteligência competitiva;
  • Sistemas colaborativos e interação humano-computador;
  • Arquiteturas de agentes, multi-agentes, ontologias, linguagens e protocolos;
  • Ferramentas, aplicações e ambientes WEB;
  • Estudos de caso e tecnologias emergentes;
  • Inovação em tecnologia da informação.

 

Univem promove evento internacional de software livre

Flisol2016

No dia 16 de abril de 2015 das 8h30 às 17h00, o Univem sediará pela quinta vez o FLISOL – Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre, evento internacional realizado simultaneamente em mais de 20 países desde 2005. O objetivo principal é promover a cultura do uso do Software Livre, mostrando ao público em geral a filosofia e a difusão de tecnologias de informação.

O evento é livre e haverá palestras, minicursos e distribuição de softwares livres. É um evento realizado pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem por meio do COMPSI – Computing and Information Systems Resource Lab.

O evento, que será realizado pelos professores e alunos do Univem, será dirigido e aberto a todo tipo de público: estudantes, acadêmicos, empresários, profissionais, entusiastas e qualquer pessoa que tenha interesse, independente de seu conhecimento de informática.

No FLISOL, realizado desde 2011 em Marília, você terá a oportunidade de instalar software livre, que é uma alternativa real e segura para outros modelos de software no seu computador, participar de palestra e minicursos, esclarecer suas dúvidas e conhecer algumas das diversas soluções que o Software Livre apresenta para empresas, escolas, governo e até para uso pessoal. Vale lembrar que o evento é totalmente gratuito e livre e as palestras e minicursos serão certificados.

O evento será aberto com a palestra “Iniciativas Open Source da Microsoft” que abordará os conceitos básicos sobre a cultura do software livre e os projetos open source da multinacional. No período tarde acontecerão minicursos sobre tecnologias de desenvolvimento de software utilizando ferramentas open source.

De acordo com o professor e coordenador do evento, Leonardo Botega, o principal objetivo do festival é apresentar alternativas quanto aos produtos oferecidos no mercado de softwares e propagar o quer chama de “filosofia do software livre”. “O intuito é ampliar a formação do aluno a apresentar novas possibilidades para empresas e profissionais da área com a cultura do software livre”, destacou.

O festival acontece em 60 cidades-sede simultaneamente no decorrer de todo o dia. “Trata-se de uma oportunidade de network. Enquanto o evento acontece aqui em Marília, trocamos informações com outros países e nos informamos do que está acontecendo por lá. Assim, conseguimos alinhar os objetivos do evento como um todo”, explicou Botega.

O coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, Prof. Dr. Elvis Fusco, destaca Marília como forte referência na área de desenvolvimento de tecnologias. “As instituições de ensino têm uma responsabilidade muito grande neste contexto de Marília ser reconhecida como pólo regional de TI e o Univem exerce seu papel trazendo para a região eventos de expressividade nacional com apoio do CNPq, da Sociedade Brasileira de Computação e das empresas de TI da região por meio da ASSERTI (Associação das Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação)”, explica Fusco.

Mais informações e inscrições devem ser feitas pelo site www.univem.edu.br/compsi/flisol.

Alunos de Computação do Univem apresentam pesquisas em evento internacional

O evento WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies congrega os mais recentes avanços nas áreas de Computação e Sistemas de Informação, mais especificamente no desenvolvimento de tecnologias de gestão da informação e desenvolvimento de sistemas de apoio à decisão.

Pela primeira vez realizado no Brasil, desta vez em Recife/PE, o congresso contou novamente com a publicação e apresentação de trabalhos de alunos e professores dos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem.

Os alunos e pesquisadores do Univem foram representados na ocasião, pelo estudante de Ciência da Computação, Valdir Amâncio Pereira Junior, vinculado ao Grupo de Interação Humano-Computador do Univem (GIHC), integrante do Computing and Information Systems Research Lab (COMPSI), laboratório de pesquisa mantido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação.

Valdir apresentou o trabalho “Towards Semantic Fusion Using Information Quality Awareness to Support Emergency Situation Assessment”, de sua autoria em parceria com Matheus Ferraroni Sanches (aluno de Ciência da Computação do Univem), Prof. Dr. Leonardo Botega (docente de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem) e Caio Saraiva Coneglian (aluno de mestrado da UNESP e ex-aluno de Ciência da Computação do Univem).

worldcist

Aluno Valdir Amâncio Pereira Junior de Ciência da Computação do Univem

Valdir, que também é bolsista de iniciação científica pelo CNPq, explica que seu trabalho busca dar apoio a sistemas de tomada de decisão, mais especificamente sistemas de gerenciamento de emergências. O estudante explica que “o trabalho tem o objetivo de utilizar múltiplas fontes de dados, como denúncias ao 190 ou 193, e integrá-las para obter uma informação única e mais significativa” e que “busca-se também combinar informações com base no significado de cada informação presente em relatos de vítimas a centrais de atendimento emergências”.

O Prof. Dr. Leonardo Botega, orientador do trabalho e coordenador do grupo, acrescenta que “fornecer subsídios para uma melhor tomada de decisão pode ajudar operadores de sistemas de gerenciamento de emergências a melhor entender os eventos que ocorrem em tempo real e apoiar a alocação de recursos para um atendimento mais eficiente”. O professor também argumenta que a publicação e participação de alunos de iniciação científica em grandes eventos solidifica a competência científica da instituição e que tal atividade contribui fortemente para uma formação acadêmica mais completa dos jovens estudantes.

Oportunamente, foi também apresentado o trabalho de Caio Saraiva Coneglian, recente egresso do curso de Ciência da Computação e atual mestrando em Ciência da Informação na Unesp de Marília, intitulado “Ontological Semantic Agent in the Context of Big Data: A Tool Applied to Information Retrieval in Scientific Research”, a publicação é fruto da pesquisa desenvolvida pelo aluno durante a graduação no Univem com auxílio de bolsa-pesquisa da Fapesp, sob orientação do Prof. Dr. Elvis Fusco, docente e coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem.

O Prof. Elvis lembra que este ano os alunos dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação já tiveram várias publicações internacionais nos eventos:

7th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics;
18th International Conference on Human-Computer Interaction;
IoTBD, International Conference on Internet of Things and Big Data;
4th WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies;
22nd Iberchip Workshop.

Mais informações sobre as pesquisas e publicações dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem podem ser obtidas no site www.compsi.univem.edu.br.

Edição de março/2016 do Jornal do Univem

Revista JADI está com chamada para recebimento de artigos

jadi.png

O Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM) edita e publica, com acesso livre, o Journal on Advances in Theoretical and Applied Informatics – JADI (ISSN 2447-5033), periódico mantido pelos cursos deCiência da Computação e Sistemas de Informação do Univem.

A revista é produzida pelo COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), laboratório e centro de pesquisa vinculado aos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM.

A Revista JADI é uma publicação científica periódica, com o objetivo de promover a disseminação de informações técnico-científicas produzidas por pesquisadores e profissionais das áreas de Ciências Exatas e Engenharias, atendendo a comunidade acadêmica das diversas instituições nacionais e internacionais.

Informações adicionais e orientações para autores podem ser obtidas na página da revista JADI (www.univem.edu.br/jadi).

Deadline para o próximo número: 28/03/2016

De forma geral, o escopo da revista busca divulgar trabalhos dos seguintes temas:

Novos modelos, arquiteturas, metodologias e frameworks de design de software; Engenharia de software orientada a modelos; Métodos para segurança, manutenção e confiabilidade em software; Arquiteturas de software e metodologias orientadas a qualidade; Novas ferramentas e ambientes para software; Engenharia de software pervasivo, móvel e ubíquo; Software embarcado ou distribuído; Sistemas de tempo-real, dinâmicos, automação e críticos; Abordagens de inteligência artificial e sistemas autônomos; Sistemas de tomada de decisão e ferramentas de suporte; Sistemas, métodos e modelos de gestão de dados, informação e conhecimento; Gestão da qualidade de dados, informações e conhecimento; Gestão de sistemas de informação; Gestão da informação e inteligência competitiva; Sistemas colaborativos e interação humano-computador; Arquiteturas de agentes, multi-agentes, ontologias, linguagens e protocolos; Ferramentas, aplicações e ambientes WEB; Estudos de caso e tecnologias emergentes; Inovação em tecnologia da informação.

Categorias:Inovação, Pesquisa Tags: