Inicial > Inovação > Governo de SP reconhece Marília como primeiro Cluster de Alimentos do Estado

Governo de SP reconhece Marília como primeiro Cluster de Alimentos do Estado

O credenciamento do Arranjo Produtivo Local de Alimentos inclui oficialmente a indústria alimentícia de Marília e região no Programa de Fomento aos APLs Paulista.

Com a oficialização do APL Alimentos de Marília, a cidade se torna a primeira e única a ter o reconhecimento de cluster da indústria de alimentos no estado de São Paulo.

A elaboração do projeto de solicitação do credenciamento do APL foi realizada pelo Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília, ambiente de inovação mantido pelo Centro Universitário Eurípides de Marília – UNIVEM, com o apoio do CIESP Alta Paulista, do APL TI Marília e das indústrias de alimentos da região de Marília. O projeto foi enviado para o edital anual de chamamento público objetivando o processo de reconhecimento e recadastramento de Arranjos Produtivos Locais do Governo do Estado.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, Pró-reitor de Inovação e Desenvolvimento Institucional do UNIVEM e responsável pelo projeto, explica o conceito de Arranjo Produtivo Local. “Um APL ou cluster empresarial é um conjunto de agentes de natureza diversa, que participam nas tarefas principais de uma aglomeração produtiva, o que inclui empresas produtoras (de um produto/serviço de um setor específico) e fornecedoras, centros de pesquisa, agentes do governo, instituições do terceiro setor, universidades, entre alguns exemplos), que tenham uma governança e evidenciam relações de cooperação e aprendizado constantes em um determinado território. Esses fenômenos ocorrem em um recorte do espaço geográfico constituído pelo agrupamento de agentes de interesses que consolidam uma identidade coletiva e demonstram a capacidade de promover o desenvolvimento local, estabelecendo parcerias e compromissos para manter e especializar os investimentos de cada um dos agentes no arranjo e seu entorno”.

Segundo o Prof. Elvis, a cidade passa a contar agora oficialmente com dois polos vocacionais reconhecidos pelo Governo Estadual e Federal. “Submetemos também o projeto de recredenciamento anual do APL de Tecnologia da Informação de Marília e que também foi aprovado, assim, Marília e região passam a contar com dois clusters oficiais, que fortalecem ainda mais o setor produtivo regional, impulsionando o desenvolvimento econômico, com atração de investimento e geração de emprego e renda”, explica o Prof. Elvis, coordenador do APL TI Marília.

Agora Marília está oficialmente no radar estadual e nacional das políticas públicas de fomento aos clusters, o que possibilita novos investimentos públicos para o setor em toda região por meio do Programa de Fomento aos APLs Paulista do Governo Estadual e do Grupo de Trabalho Permanente para Arranjos Produtivos Locais do Ministério da Economia.

Segundo o diretor do CIESP Alta Paulista, Chikao Nishimura, a indústria de alimentos de Marília e região representa um importante vetor de desenvolvimento regional, gerador de riqueza e emprego para o centro-oeste paulista. “A região de Marília mostra a décadas sua vocação incontestável para a produção de alimentos, com a presença de empresas de grande expressão no mercado brasileiro e no exterior. O cluster de alimentos de Marília conta com mais de 350 empresas que geram mais de 22 mil empregos diretos e indiretos. Destaca-se também a exportação para os cinco continentes que representa um faturamento acima de 240 milhões de reais anualmente, representando 78% das exportações do município”, destaca Chikao Nishimura.

Para o Reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, o reconhecimento formal do APL de Alimentos de Marília destaca ainda mais o protagonismo do município no país. “Somando-se ao APL de Tecnologia da Informação que temos desde 2016, com o credenciamento do cluster de alimentos junto ao Governo Estadual e Federal, Marília solidifica seu ecossistema de inovação e empreendedorismo e acelera o processo de credenciamento definitivo do Parque Tecnológico, consolidando suas principais áreas de vocação”, celebra o Reitor.

Entre os benefícios que um APL traz para as empresas, está o financiamento de projetos estratégicos. Outra vantagem é incentivar a troca de informações entre as próprias empresas, com as entidades de classe, governos e instituições de ensino e pesquisa.

Categorias:Inovação Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: