Inicial > Mercado de Trabalho > Fluência no Inglês: ter ou não ter, eis a questão

Fluência no Inglês: ter ou não ter, eis a questão

Para mim esta é uma questão simples de se responder e serei curto e grosso… Se você quer ter uma carreira crescente em uma empresa de tecnologia, o inglês é um investimento prioritário. Sabe por que?

1. Certificações: A maioria das certificações é em inglês, mesmo as oferecidas e cursadas no Brasil;

2. Treinamentos e Programas de desenvolvimento: na sua maioria também são em inglês porque:
a. O mediador é um profissional de outra nacionalidade e vai ministrar o curso em inglês,
b. Seu colega de trabalho é de outra nacionalidade e só fala inglês,
c. Alguns cursos são oferecidos apenas fora do Brasil,
d. Mas com certeza porque boa parte do material entregue e da referência bibliográfica é em inglês.

3.Gestão: Em algum momento você terá um chefe que só fala em inglês, seja ele americano, indiano, europeu, chinês, japonês… ou muito provavelmente terá dois chefes, o que chamamos de “duplo reporte” – além do chefe no Brasil, terá um outro na Europa/USA;

4.Crescimento na carreira: Seu próximo passo na carreira poderá ser trabalhar na unidade matriz no Vale do Silício, ou qualquer outro local entre o Hemisfério Norte e Sul;

5.Comunicação: muitos relatórios, e-mails, “conference calls” serão em inglês e, preste atenção pois além de você entender o que está sendo tratado, você tem que participar ativamente e tomar decisões baseadas no seu entendimento do assunto.

Agora você me pergunta: mas e se eu trabalhar em uma pequena/média empresa nacional de tecnologia? Acho que neste caso não preciso ter fluência no inglês, certo? Erradíssimo. E sabe por que? Porque muito provavelmente, faz parte do Planejamento Estratégico da empresa crescer exponencialmente no Brasil ou até mesmo outros mercados, ou até quem sabe se interessar por um processos de fusões e/ou aquisições e, neste momento garanto que a fluência no inglês não será apenas fundamental como será fator decisório.

E agora? Vamos por parte, o primeiro passo é ter a consciência da necessidade do idioma (espero que agora você já tenha), avaliar qual seu nível no idioma e, partir para o aprendizado ou aprimoramento. Mas não se preocupe, você pode aprender de diferentes maneiras: cursos presenciais e on-line, leituras de sites, livros, white papers e até mesmo happy hour em inglês.

Got it?

Fonte: BLOG – Fernando Garcia

Anúncios
Categorias:Mercado de Trabalho Tags:
  1. Luis Augusto Vieira
    06/10/2009 às 17:35

    Ótima abordagem no questão do inglês.
    Uma dica para os que desejam iniciar, não importa o nível em que estejam, é o livemocha.com
    O serviço é gratuito e permite um rápido e eficaz aprendizado da língua inglesa e de várias outras!

    Um grande abraço,

    Luís Augusto Vieira
    Analista Infraestrutura TI
    SPAIPA S/A

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: